Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

O Projeto

 A gagueira é a mais comum desordem de fluência da fala atingindo cerca de 60 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, esse importante transtorno da linguagem, adquirido já na primeira infância, soma o expressivo número de dois milhões de pessoas, mas, embora atingindo em nosso País números tão significativos – acarretando sérios comprometimentos para a vida pessoal, afetiva e profissional do portador desse distúrbio de fala e para os seus familiares -, paira na sociedade, um grande silêncio sobre o assunto, exceto quando é tratado como galhofa, como tema de piadas nas ruas ou em programas humorísticos.

O documentário A VOZ DO GAGO tem como objetivo romper esse silêncio ao abordar a problemática de frente, e com coragem, destruindo estigmas, desfazendo estereótipos, com a finalidade de provocar uma reflexão sobre o assunto, sem temores, inclusive dando voz ao próprio gago, proporcionando-lhe a oportunidade de discorrer com calma, paciência, respeito e naturalidade sobre a sua problemática, sobre as suas vivências, dificuldades, anseios, ansiedades, angústias, assim como as suas alegrias e superações. Sim, porque também entre as pessoas gagas existem extraordinárias histórias de superação! Mas também existem as que não conseguem se superar, marcadas pelas cicatrizes que se avolumam na alma, ao serem apontados, através de gracejos ou comentários maldosos e inconsequentes, como pessoas nervosas, tensas e desajustadas emocionalmente.

“A VOZ DO GAGO” também dará voz aos familiares, aos amigos das pessoas gagas, colegas de trabalho, a psicólogos, fonoaudiólogos e também a profissionais de recursos humanos. Quando o assunto é inserção do jovem portador deste distúrbio de fala no mercado de trabalho, o silêncio aparece sob o disfarce da simulação. São comuns as desculpas inconsistentes para a negação do acesso à vaga oferecida. E, se num primeiro momento essas desculpas são recebidas como verdade, falta de sorte ou conformismo, com a repetição, vão provocando o esmagando profundo da auto estima, até se transformar, para alguns, em morbidez, mas para outros tantos, em revolta.

Enfim, o documentário “A VOZ DO GAGO”, – idealizado e aqui apresentado por um profissional de cinema portador desse distúrbio de fala – também visa iniciar, ao lado das muitas pessoas com essa disfunção e que veem se engajando num movimento crescente através de grupos terapêuticos e de associações, um processo de abertura de discussão sobre o tema. No Brasil, ao que se sabe, não existe nenhum documentário longo sobre o assunto. Este trabalho, então, poderá significar um importante avanço no tratamento do tema pelos veículos de comunicação, assim como se colocará na vanguarda de uma discussão há muito necessária em nosso País.
.

Caso você tenha gostado do projeto e se interesse em ajudar na realização de documentário, clique EM CONTRIBUIÇÃO ou clique no botao do pagseguro abaixo.